• Maria Luiza & Gédna

Como escolher a fibra certa no patchwork

A escolha da fibra adequada é sempre um tópico importante. Temos várias informações técnicas, mas como escolher certinho?


Decidimos acabar com o mistério e contar pra vocês como nós escolhemos.


Lembrando que não quer dizer que se você fizer diferente estará errado! É só o jeitinho que nós gostamos de fazer. Veja abaixo uma relação de peças e suas fibras!


Fibras, fibras, fibras... qual a melhor para a sua peça?


Colchas – Temos normalmente duas opções: A Poly 100 e a Jade 100.


Quando começamos usávamos a Jade 100. Ela é fina e leve, não tem volume e é ótima para um cobre-leito que não precisa ser aconchegante. Mas mudamos de ideia rapidinho. Começamos a usar a Poly 100. Não temos dúvida, é a nossa queridinha. Uma delícia de quiltar e deixa tudo mais aconchegante. Ela é fofa, mas tem o mesmo peso da Jade 100. Tem um pouco mais de volume, exatamente o que deixa ela mais gostosa. Se não experimentou ainda, pode ir sem medo. Garantimos que vai gostar.


Cobertores – Poly e Fillon.


Aqui é a fibra que faz toda a diferença. Transforma qualquer colcha num cobertor ou edredon. Caso queira um edredom bem gordinho use a Fillon 150, ela é específica para isso. Caso queira um cobertor quentinho, mas não tão gordinho, experimente a Poly 150 ou a Poly 200.


Mantas – A Poly (a queridinha), Âmbar e Fillon.


Dessa vez temos opções. A Poly vem em gramaturas. A 100, a 150 e a 200. Uma mais gordinha que a outra. Normalmente usamos a Poly 100, mas quando queremos uma manta mais fofinha e encorpada usamos a 150. A duzentos só em casos super quentinhos.


Para as mantas de bebê temos opções antialérgicas: a Âmbar 100 e a Âmbar 200. Elas são fibras mais condensadas, mas são 100% algodão.


Para quem quer uma manta bem gordinha: Fillon 150. É daquelas que se usa para fazer edredom. Não é absurdamente grossa, ela é... grossinha (kkk). Usar ela com o Forro de Malha Polar transforma a peça na manta mais gostosa da vida!


Toalhas e trilhos de mesa– Jade 100 ou Safira 150.


Temos duas opções, mas é fácil decidir. A toalha ou o trilho é maior que a mesa? Se a peça vai sair pelas beiradas da mesa, precisamos de caimento, então usamos a Jade 100. Fica leve e maleável, perfeita para uma toalha grande e um trilho com pontas caídas.


Se a toalha ou o trilho é menor que o tampo da mesa, a escolhida é a Safira 150. Ela deixa a peça mais encorpada e durinha. Deixa o quilt mais aparente e os pontos mais suaves.


Jogo americano – Safira 150.


Essa nem precisa pensar. Temos uma opção só. A Safira deixa a peça mais encorpada, com um acolchoado legal e os pontos do quilt mais suaves. Ela não é fofa, então o prato não vai ficar “dançando” em cima do jogo americano. Mas é encorpada o suficiente para não repuxar o tecido quando colocar o prato em cima.


Peseira – Jade 200.


Para as peseiras usamos sempre a Jade 200. Ela é encorpada e macia. O quilt fica bem suave e ela não fica tão leve que qualquer movimento ela caia da cama. A gramatura ajuda a permanecer no lugar mantendo a maciez.


Almofada e Capa de travesseiro – Poly 100.


Não é à toa que ela é a nossa queridinha. Olha ela aqui de novo! A Poly 100 é perfeita para almofadas e capas de travesseiro. Ela já deixa um acolchoado numa peça que já é pra ser fofinha. Fica com uma aparência mais aconchegante. Quando for uma capa de travesseiro que faz par com uma colcha que você tenha usado a Jade 100, sugerimos que repita a Jade 100 na capa.


Bolsas e Necessaires - Safira 150 e Pad 180.


Para as necessaires usamos sempre a Safira 150. Ela é encorpada e deixa o trabalho firme e estruturado. A Pad 180 usamos muito raramente em necessaires por ser muito grossa. Para as Bolsas usamos usamos a Safira 150 e a Pad 180. A Safira 150 quando a bolsa for mais leve e delicada. O trabalho fica firme e estruturado, mas maleável. A Pad 180 usamos quando a bolsa precisa de uma estrutura bem firme, normalmente quando tem um fundo muito largo ou que precise ficar durinha sem esforço. É uma fibra mais grossa, então mais difícil de manusear, mas vale o esforço quando vemos a peça pronta.


Painéis - Safira 150.


Para os painéis ou panôs usamos sempre a Safira 150. Ela é encorpada e fina, deixando o trabalho firme mas delicado. Não usamos a Pad 180 apesar de ser firme pois marca bastante o quilt, chamando muita atenção para ele, não deixando um resultado delicado.


E para finalizar...


Você deve ter percebido que em nenhuma das opções nós utilizamos fibras com resina (cola). A resina estraga muito as máquinas, deixando resíduos na agulha, na bobina e na caixa de bobina. Nós preferimos não trabalhar com elas. Não sentimos falta, são muitas as opções sem resina para se trabalhar.


Esperamos que essa publicação tenha ajudado! Qualquer dúvida ou ideia é só falar com a gente. Estamos à disposição!


Com carinho,

Maria Luiza e Gédna

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Pesponto Quilteria & Patchwork

Av. Hercílio Luz, 1011

Centro, Florianópolis/SC

contato@pesponto.com

48 3028 1106

© 2020 por Pesponto Quilteria & Patchwork. Todos os direitos reservados.